Por Paola Gulin, viajante e sócia da agência de turismo NomadRoots – Viagem e Conhecimento

Nem o céu é o limite para aqueles que querem viajar em grande estilo. Filas de check-in, longas conexões, insatisfação com os serviços de bordo e problemas com malas são situações que não existem para quem viaja a bordo de luxuosos aviões privativos em expedições ao redor do mundo. Muito além do conforto, uma viagem como esta oferece comodidades que não seriam possíveis em voos convencionais, como o acesso a locais remotos e aeroportos menores, voos sem necessidade de escala ou conexão e tripulação altamente especializada durante a viagem.

Um Boeing 747 onde normalmente caberiam 233 pessoas em um voo comercial, em uma expedição em um jato privado leva somente 52 passageiros confortavelmente em poltronas de classe executiva, chef a bordo e muitas outras mordomias. Assim têm sido as expedições da renomada rede Four Seasons: são aproximadamente quatro roteiros por ano, sempre com lista de espera, por diferentes regiões do mundo oferecendo experiências totalmente diversas e, claro, com hospedagem nos maravilhosos hotéis Four Seasons. Quem busca ainda mais exclusividade pode preferir as expedições da incomparável rede Aman, onde apenas 16 passageiros embarcam a bordo do jato privativo da marca para conhecer e se hospedar em hotéis Aman em destinos que vão do Japão, Butão, Tailândia a Grécia e Itália. Mas mais do que voos e hotéis confortáveis e luxuosos, as expedições de volta ao mundo guardam surpresas ainda mais especiais. Já pensou em visitar o Taj Mahal em um horário exclusivo? Almoçar com o Rei do Butão? Ter um jantar de gala recepcionado pelo Prince William Lobkowicz, em Praga, no palácio da sua família do século XVI?

Para os viajantes que gostam de conforto e exclusividade, mas não abrem mão de um pouco de aventura e muito conhecimento, as expedições nos jatos privativos da National Geographic são perfeitas! Além dos guias locais em cada um dos destinos, todas as expedições são acompanhadas de experts NatGeo, que são desde fotógrafos, a historiadores, biólogos e geólogos cheios de história para contar. Em uma viagem de apenas 24 dias, você pode conhecer desde os mistérios da Ilha de Páscoa, a Grande Barreira de Corais na Austrália, a antiga cidade proibida de Lhasa no Tibet, fazer um safari na Tanzânia e se encantar com as cores e cultura de Marrakech.

E, como nem o céu é o limite, os viajantes mais exigentes podem criar sua própria volta ao mundo, de acordo com os seus interesses. O novo Crystal Skye é um Boeing 777, feito exclusivamente para fretamento. Todas as poltronas em classe executiva contam com serviço de mordomo e o avião ainda possui um lounge social. A ocasião perfeita para fazer com amigos e/ou familiares uma viagem, literalmente, ao redor do mundo. Qual será o seu roteiro?

Para aqueles que dispõem de um pouco mais de tempo e querem conhecer o mundo com mais calma, uma excelente oportunidade é fazer uma viagem de volta ao mundo a bordo de um cruzeiro de luxo. A sua cabine, que deve ser muito bem escolhida, se tornará a sua casa por aproximadamente 4 meses. Sem necessidade de fazer as malas, se preocupar com o deslocamento e sofrer com o fuso horário, sua nova casa itinerante te levará para descobrir várias maravilhas do mundo. A bordo de um navio como o Silver Whisper, da companhia SilverSea para apenas 380 passageiros, seu mordomo já conhecerá exatamente todos seus gostos, preferências e – claro! – manias. Pode acreditar: você será mimado o tempo todo. Um roteiro como este pode te levar a mais de 30 países, mais de 50 portos e incontáveis aprendizados e experiências para lembrar para sempre. Em um primeiro momento, 4 meses pode parecer bastante, mas é só o início para descobrir.

O resultado de uma viagem de volta ao mundo é, mais do que tudo, um legado para nossas almas. Já começou a arrumar as malas?